4020-2504 / (31) 3239-4000
Usuário Senha
Esqueceu sua senha?

Notícias

Créditos conscientes: onde e como é melhor investir?
Por: Julia Drumond 18 de Maio de 2017 em: Blog

Linhas de crédito são positivas e necessárias para as empresas em vários aspectos, como para compra e venda de mercadorias; capital de giro; ampliação de negócio; compra de equipamentos; ou desenvolvimento de novos produtos. Apesar disso, é importante tomar cuidado com o crédito, pois pode expor empreendedores aos riscos desse mercado, às dificuldades em manter pagamentos e os encargos decorrentes, algo que aconteceu com frequência em 2016: em agosto, 8% de micros e pequenas empresas estavam com 3 meses de atraso nos pagamentos.

Com a mudança da taxa Selic, como comentamos anteriormente, as realidades decorrentes de empréstimo pelos bancos mudou e ainda vai mudar mais. Visto isso, com a perspectiva de redução nas taxas de juros nos próximos meses, especialistas do mercado financeiro recomendam buscar alternativas com rentabilidade atrativa para os investidores que quiserem se manter com o mesmo patamar de ganhos. Assim, os CDBs estão ganhando destaque dentre as possibilidades de crédito.

cuidado com seus investimentos

O que é CDB

CDB significa “Certificado de Depósito Bancário”, sendo que são títulos que os bancos emitem para captar dinheiro. Dessa forma, o banco remunera com juros, que varia de acordo com o valor emprestado e a quem emprestou. O CDB é um título de dívida emitido por instituições financeiras para financiarem suas atividades, e os bancos pequenos ou médios são conhecidos por pagarem taxas mais elevadas aos investidores.

Assim, os CDBs estão sendo destaque na renda fixa. Diversos emissores podem pagar rentabilidades de até 118% do CDI no mercado, como o Banco Pine, por exemplo, oferece um CDB com vencimento em três anos. Esse percentual representa 80% a mais do que é oferecido na Poupança, cujos valores são próximos de 6,6% ano.

A data de vencimento dos produtos oscila, podendo chegar a cinco anos, porém também há alternativas com prazos menores. O Banco Modal, por exemplo, paga 114% do CDI para investimentos de dois anos.

investimento seguro

O investimento mínimo na maioria dos bancos brasileiros é de R$ 5.000,00. Um dos atrativos do CDB é a minimização do risco por conta da cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), entidade que protege valores de até R$ 250 mil aplicados por CPF em cada instituição financeira. Segundo a B3há cerca de R$ 550 bilhões aplicados em CDBs no Brasil.

Como investir no CDB

#1. Estabeleça seus objetivos para determinar antecipadamente qual o valor que será investido, prazo e metas.

#2. Abra uma conta de investimentos em uma corretora , para que tenha acesso aos títulos de instituições, de forma a ter conhecimento dos prazos e rentabilidade dos bancos.

#3. Determine o título adequado ao seu planejamento. Assim, tendo em vista o tópico 1, existirão diversas opções de título, sendo ideal compará-los e determinar qual terá a melhor rentabilidade e condições.

#4. O limite de proteção de FGC é determinado em até R$250 mil, de forma que deve ser respeitado. Se desejar investir quantia superior, divida o capital em títulos de diferentes bancos.

#5. Aplique seu dinheiro e acompanhe o desempenho.

 

LEIA TAMBÉM:

DICAS PARA A SUA EMPRESA PAGAR MENOS IMPOSTOS (DE FORMA TOTALMENTE LEGAL)

 

O risco do investimento neste tipo de título é baixo, pois é garantido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) em até R$250 mil por CPF e emissor.

Este é um investimento bastante seguro e como ele é garantido, o risco é o mesmo para quem vai investir no maior e no menor banco do Brasil.

Gostou do nosso artigo? Leia também sobre Como realizar feedback com seus funcionários!

Compartilhe!
Linkcom
  • Av. do Contorno, 2905, 13º Andar | Santa Efigênia | Belo Horizonte - MG | 30110-014 | Brasil
  • 4020-2504 / (31) 3239-4000